Sistemas de integração capilar

Integração capilar - Senhora

Integração capilar num caso de
alopecia difusa.
Imagens cedidas pela Rueber

Os sistemas de integração de cabelo não cirúrgicos são rápidos, indolores, aplicáveis em homens e mulheres, e obtêm resultados visíveis em cerca de 2 (duas) horas. Embelezam o rosto e rejuvenescem o aspeto geral da pessoa - o que é ótimo para a sua auto-estima. Necessitam de cuidados básicos de higiene e de manutenção periódica, mas no dia-a-dia nada muda: a única diferença é passar a ter mais cabelo, com mais volume e comprimento.

São adequados a qualquer tipo e formato de calvície, e recomendam-se quando outros tratamentos não sejam indicados devido à idade, saúde ou dimensão da falta de cabelo. Não obstante, é sempre possivel continuar a aplicar tratamentos para os cabelos restantes.

São particularmente adequados a alopecias / quedas temporárias provocadas por doença, quimioterapia ou radioterapia, porque são executados exclusivamente para cada caso, quanto à área a cobrir, tipo e cor do cabelo.

Consistem em dois métodos distintos:


Entretecimento capilar

O entretecimento capilar consiste na aplicação de uma rede finíssima na área calva do couro cabeludo, na qual cabelos novos são entretecidos com cabelos naturais da pessoa.

Foi introduzido em Portugal pela Eurocabe em 1971, e é o mais antigo método não cirúrgico de implantação de cabelos. Desde então sofreu inúmeros progressos, tornando-se cada vez mais difícil distinguir o cabelo aplicado do cabelo próprio restante.

Os novos cabelos são naturais, isto é, são cabelos de verdade, não sintéticos - com a exceção de cabelos brancos, cuja maior percentagem é normalmente de origem sintética. Todos os cabelos novos são o mais idênticos possível em textura, cor, comprimento e densidade ao cabelo ainda existente.

É um método eficaz para cobrir áreas com pouco cabelo, permitindo o aproveitamento dos cabelos existentes, o que melhora o resultado final. Através das técnicas atuais, o entretecimento capilar é impercetível ao olhar, passando por cabelo natural em todas as atividades quotidianas.

A Eurocabe possui produção própria de todos os sistemas de aplicação capilar que utiliza, sendo a única em Portugal neste aspeto.


Reconstrução transdérmica cosmética (CTR)

CTR é o acrónimo de "Cosmetic Transdermal Reconstruction", um sistema de integração capilar com origem nos EUA, sem necessidade de cirurgia, introduzido em Portugal pela Eurocabe em 1997.

Consiste numa segunda pele que cobre toda a área calva, sendo o novo cabelo aplicado nesta película, e depois "ventilado" de forma a parecer cabelo natural, que nasce do couro cabeludo. O resultado final é impercetível ao olhar e ao toque.

Tal como no entretecimento capilar, são usados cabelos naturais o mais idênticos possível em textura, cor, comprimento, e densidade ao cabelo restante, caso exista. A exceção são os cabelos brancos, cuja maior percentagem é normalmente de origem sintética.

Este sistema é mais indicado para homens ou mulheres que apresentam calvície extensa e irreversível, onde não é viável outro tratamento.


Próteses Totais

As próteses capilares são uma solução prática e cada vez mais indispensável a pacientes que sofrem de cancro ou de alopecia universal. Para muitas(os), o efeito colateral mais angustiante é a queda do cabelo: esta é quase certa para quem faz tratamentos de quimioterapia ou de radioterapia na cabeça. O cabelo começa a cair geralmente após o 2º tratamento.

Além de doenças oncológicas, fatores emocionais ou doenças auto-imunes podem também provocar queda de cabelo temporária ou definitiva. A Eurocabe lida com todo o tipo de causas de perda de cabelo, seja temporária ou permanente.

A prótese capilar é a solução para os casos em que um tratamento capilar não é eficaz ou possível: experimentar várias próteses com tempo é importante para o equilíbrio mental e estético, permitindo escolher o material, estilo e a cor mais adequada.

Na Eurocabe encontra próteses capilares prontas a usar, de cabelo sintético e cabelo natural. A qualidade e o cuidado na sua confeção permite senti-las como se do seu próprio cabelo se tratasse. Podemos também confecionar uma prótese à medida exata da cabeça, utilizando cabelo em tudo idêntico ao da pessoa.

Tanto as próteses prontas a usar como as à medida são praticamente indistinguíveis do cabelo natural e permitem um dia-a-dia perfeitamente normal; as condicionantes são poucas e compreensíveis. Aumentam a autoestima de forma natural e indetetável.

A manutenção das próteses pode ser feita em casa ou nas nossas instalações de Lisboa ou Porto, onde temos todas as condições e know-how. Se optar por fazê-la em casa, podemos recomendar os produtos e métodos mais adequados.

As próteses de cabelo sintético são mais económicas e fáceis de manter. O cabelo sintético de maior qualidade parece cabelo real, mas seca mais rapidamente do que este. As próteses de cabelo real são mais caras e sua manutenção é mais trabalhosa. Por outro lado, como seria de esperar, têm uma aparência ainda mais natural.

Existem assim três tipos de próteses capilares conforme o tipo de confeção:

  • Personalizadas à medida do cliente
  • Feitas à mão
  • Feitas à maquina

Em alternativa, algumas pessoas preferem usar lenços, turbantes ou chapéus: são também aliados úteis durante a perda de cabelo, em particular quando causada por quimioterapia. Dispomos também destes acessórios em variados modelos, cores e padrões.

Integração capilar - Homem

Integração capilar num caso de alopecia extensa de origem patológica androgenética. Imagens cedidas pela Rueber

© 2015-2021 Eurocabe - Instituto Europeu de Tratamento Capilar - Política de Privacidade
Bright